Freguesia de Abiul - Pombal
  

Grupo de Danças e Cantares de Abiul
Este agrupamento cultural fez a sua primeira apresentação pública no dia 5 de Agosto de 2004, dia da festa em honra de Nossa Senhora das Neves, Padroeira da Freguesia de Abiul.
A ideia de criar este grupo teve origem no desejo de não deixar perder a cultura e as tradições ancestrais que os nossos antepassados nos legaram e de mostrar à juventude a forma como as gentes da nossa terra se divertiam nos bailes de roda, nas romarias e nos trabalhos de campo, cantando e dançando alegremente ao som das cantigas que outros lhes ensinaram e que, de geração em geração, chegaram até aos nossos dias.
A freguesia de Abiul é possuidora de um imenso e rico espólio de cantigas de outros tempos e era pena deixar que se perdessem na agitação dos ventos que sopram.
Por isso a ideia surgiu, ganhou forma, as pessoas entusiasmaram-se e o Grupo apareceu, para orgulho dos seus participantes e prazer de quem tem assistido às suas exibições.
No ano de 2005 o Grupo de Danças e Cantares de Abiul participou em 23 espectáculos nos concelhos de Pombal, Ourém e Pedrógão Grande e no dia 22 de Julho actuou no programa televisivo “Portugal no Coração”, a convite da Rádio Televisão Portuguesa.
Em 2006 fez 22 actuações em várias localidades dos mesmos concelhos e no dia 24 de Setembro participou no XII Festival Nacional de Folclore da Casa do Concelho de Castro Daire, em Lisboa.
É um Grupo com cerca de 40 participantes, alguns ainda jovens, com força de vontade de trabalhar e muita determinação.
Esperamos que o interesse, a alegria e a dedicação destes jovens e menos jovens, que generosamente têm contribuído com dignidade e sentido de responsabilidade para a projecção do Grupo, não desanime, para podermos deixar às gerações futuras algo que não deslustre o esforço que temos feito pela divulgação da nossa terra.
Refira-se que em Abiul já existiu, há bastantes anos, um Rancho Folclórico. Os trajes que usavam, parte deles foram agora aproveitados para o nosso Grupo, que assim mantém, sensivelmente, as mesmas características e o mesmo padrão do anterior.
São réplicas muito bonitas confeccionadas a partir de fotografias antigas e de algumas peças originais, religiosamente guardadas e conservadas por várias gerações de abiulenses.
A mulher veste saia preta rodada, de cós, com aplicações, a tapar o tornozelo, saiote branco bordado, corpete preto de abas a cobrir a cintura, cingido ao corpo e braços, com aplicações e fechado até ao pescoço com pequenos botões, algibeira presa à cintura, lenço de cabeça em merino estampado, meia branca bordada, sapato preto abotinado com tira e botão, brincos pendentes, medalhas e cordões sobre o peito, que, noutros tempos, eram de ouro maciço. Estas peças constituíam o dote que as raparigas deveriam levar para a sua casa quando se casassem. Agora estas peças são de fantasia.
O homem veste calças pretas chegadas à perna, tipo boca se sino, camisa de linho branca com peitilho e punhos bordados, cinta preta, chapéu de aba larga com copa reduzida e sapato preto.
O conjunto musical é formado por instrumentistas da freguesia e por alguns alunos da Escola de Música da Fundação, compondo-se de; acordeões, guitarras clássicas, bandolins, cavaquinhos e vários instrumentos de percussão.
Alegremente e com o grande desejo de projectar o nome da sua terra para além das suas fronteiras, o Grupo de Danças e Cantares de Abiul orgulha-se do trabalho que tem realizado na divulgação do folclore tradicional desta bela região do País e promete continuar, sem esmorecer, a transmitir e divulgar esta forma de cultura tão popular e tão apreciada no nosso País e no estrangeiro.





M:Rua dos Muros nº 20 Abiul 3100-012 Pombal | T:236921206 | EM:freguesia.abiul@mail.telepac.pt | F:https://www.facebook.com/freguesiadeabiul

174950 visitas até ao momento.